Atendimento 24h | (31) 3213-4001

COROA DE FLORES

Todos nós já ouvimos em algum momento que “a única certeza na vida é a morte” ou que “para morrer você só precisa estar vivo”. É, até certo ponto, normal que o ser humano tema a morte porque, apesar da certeza dela, não sabemos o que virá a seguir. Mas e quando esse medo as impede de aproveitar plenamente a vida?

Quando o medo de morrer sai de controle ou se torna uma fonte de ansiedade constante, esse medo se transforma em uma fobia irracional, conhecida como tanatofobia.

Quer entender melhor o que é tanatofobia e descobrir se você ou alguém próximo sofre com o problema? Continue a leitura!

O que é Tanatofobia

A tanatofobia é um medo persistente da morte, anormal e injustificado, e afeta significativamente a vida cotidiana. 

Pessoas tanatofóbicas tendem a não sair de casa, evitam falar em morte e têm pavor de participar de qualquer funeral.

Temer a morte não é incomum. Na verdade, em parte funciona como um mecanismo de defesa, pois nos impede de colocar em risco a nossa própria existência em determinadas situações.

Entretanto, quando o medo de morrer sai de controle ou se torna uma fonte de ansiedade constante, esse medo se transforma em uma fobia irracional. 

Como o medo de morrer se manifesta

Para o brasileiro, a maioria dos fenômenos relacionados à morte são tabus. Isso faz nossa fantasia correr solta e fazemos associações negativas que dão origem a inúmeros medos.

Na verdade, as pessoas que têm medo da morte também tendem a temer o sofrimento, a dor, o escuro ou o desconhecido. 

A perspectiva de deixar entes queridos e nunca mais vê-los adiciona ainda mais angústia à questão da morte, além de não ter certeza do que acontecerá depois dela. 

O medo de morrer também pode influenciar o desenvolvimento do nosso dia a dia, podendo tornar situações tão normais como dirigir, viajar de avião, carro ou mesmo ficar no escuro uma grande fonte de estresse e ansiedade que, além de influenciar outras pessoas, têm consequências na saúde pessoal e bem-estar físico e emocional.

O tanatofóbico também tem preocupação excessiva com a saúde e vai ao médico, solicitando de forma sistemática exames muitas vezes desnecessários. São pessoas que apresentam nítido quadro de ansiedade, onde o tema central é a saúde ou o medo da morte. 

Sintomas da tanatofobia 

Os sintomas de tanatofobia podem não estar presentes o tempo todo. De fato, você só pode perceber os sinais e sintomas desse medo quando e se começar a pensar em sua morte ou na morte de um familiar.  

Mas esses sintomas podem ser similares aos sintomas de qualquer outra fobia, como 

  • Sudorese e calafrios; 
  • Boca seca; 
  • Taquicardia e palpitações;
  • Náuseas; 
  • Falta de ar e sensação de asfixia;
  • Pressão baixa; 
  • Agitação incomum;
  • Dormência e formigamento; 
  • Dor de cabeça ou enxaqueca; 
  • Aumento da ansiedade; 
  • Dores no estômago; 
  • Maior sensibilidade a temperaturas quentes ou frias. 

Quanto ao diagnóstico, este deve ser realizado pelo especialista em saúde mental, devidamente treinado para isto, uma vez que vários fatores e complicações possíveis podem estar associados ao transtorno. Às vezes, esta fobia existe acompanhada por outros distúrbios psicológicos ou comportamentais. Por isso, procure ajuda de um profissional de saúde mental. 

Tratamento 

Os tratamentos podem ser variados e envolvem medicamentos e também terapia, principalmente a terapia cognitivo-comportamental, que ajuda os pacientes a eliminarem os pensamentos negativos e lidarem melhor com a morte. 

Durante as sessões de terapia, o paciente terá a possibilidade de refletir a origem desse medo para que o terapeuta possa criar condições adequadas para lidar melhor com a situação, tornando-a menos assustadora. 

Técnicas de relaxamento e respiração podem ser muito úteis no tratamento de fobias. Existem grupos de apoio para pessoas tanatofóbicas que também podem ajudar. Pois, o tanatofóbico, poderá compartilhar experiências com pessoas que passam pelo mesmo problema e juntas podem encontrar ferramentas interessantes para controlar a ansiedade. 

Como lidar com o medo de morrer

Se, depois de ler este artigo, você acha que sofre com tanatofobia, o melhor a fazer é buscar ajuda profissional para que o tratamento seja adequado e você passa e viver melhor.